Advogado é preso após dar tiro na porta de condomínio onde mora diretor de presídio

Advogado é preso após dar tiro na porta de condomínio onde mora diretor de presídio

Advogado foi liberado após pagamento de fiança. Caso foi em Palmas. PM encontrou mais de 300 munições na casa do suspeito.

O advogado foi detido após efetuar um disparo de arma de fogo na porta de um condomínio na região sul da capital. A situação envolveu o diretor da Casa de Prisão Provisória de Palmas. Ele disse para a polícia que o advogado atirou em direção a ele, mas não sofreu ferimentos.  O caso aconteceu na noite deste sábado (10).

Equipes da Rotam foram até o condomínio, onde o advogado e o diretor moram e realizaram buscas no apartamento do advogado e encontraram uma pistola calibre 380, um saco com 330 munições calibre 380, e uma munição deflagrada.

Ele foi foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, ameaça e disparo de arma de fogo em lugar público.

O advogado só foi liberado depois de pagar uma fiança no valor de R$ 2,5 mil.

 

Deixe seu comentário