Análise de gestão: qual a diferença entre o legado deixado por prefeitos do passado e Laurez Moreira?

Análise de gestão: qual a diferença entre o legado deixado por prefeitos do passado e Laurez Moreira?

Da Redação

O segundo mandato de Laurez Moreira (PSB) como prefeito de Gurupi está chegando ao fim. Diferente de alguns prefeitos do passado, ele ficou no cargo por oito anos. Passado tanto tempo, a população se pergunta qual legado será deixado pela atual gestão. O É Notícia Tocantins foi às ruas saber dos moradores quais mudanças foram percebidas e fez um levantamento de obras entregues pela prefeitura neste período.

Pra começar, vamos voltar alguns anos e relembrar trabalhos entregues pelos ex-prefeitos Tadeu Gonçalves, João Lisboa da Cruz, Alexandre Abdalla e outros que deixaram obras significativas para a cidade.

Tadeu Gonçalves

Nânio Tadeu Gonçalves foi prefeito de Gurupi de maio de 1997 a dezembro de 2000. Durante sua gestão foi entregue o Centro Cultural Mauro Cunha, em 14 de novembro de 1998. Ficou abandonado e por anos e passou por reforma.

(Divulgação)

Jacinto Nunes

Jacinto Nunes da Silva cumpriu mandato entre fevereiro de 1983 e outubro de 1988. Uma obra significante de sua gestão foi a implementação do Mercado Municipal, que começou no local onde hoje é o Centro Cultural Mauro Cunha. Atualmente, o mercado fica na rua 7. O local passou por várias reformas. A última delas foi entregue recentemente e o Camelódromo Buriti segue passando por revitalização.

(Divulgação)

João Cruz

João Lisboa da Cruz foi prefeito de Gurupi de 1988 a 1992, por cinco meses em 1997, de 2001 a 2004 de 2005 a 2008, quando faleceu. Concluiu a criação do Mercado Municipal, que começou na gestão Jacinto Nunes. O engenheiro responsável foi Neto Braga.

Alexandre Abdalla

Alexandre Tadeu Salomão Abdalla assumiu a prefeitura de Gurupi em maio de 2008, após a morte de João Cruz. Ele concluiu e mandato e foi reeleito para ficar de 2009 a 2012. Durante sua gestão, foi entregue o Centro Olímpico de Gurupi, os projetos habitacionais Alvorada 1, Alvorada 2 e João Lisboa da Cruz, criou postos de saúde no setores Casego, Parque das Acácias e setor Vila Nova e entregou duas creches.

Centro Olímpico de Gurupi. (Divulgação)

Laurez Moreira

Laurez da Rocha Moreira foi eleito em 2012 e cumpre seu segundo mandato. Ao contrário dos outros prefeitos citados, não tem nenhuma obra para chamar de sua que tenha saído do papel. Fez várias reformas: do entro Cultural, do Centro Olímpico, do Mercado Municipal e da Praça João Borges Leitão, também conhecida como Praça D’Abadia.

Praça D’Abadia. (Divulgação)

Alguns moradores apostam na renovação. Outros questionam se Gurupi realmente cresceu ou só sofreu mudou um pouco. Como é o caso de Maria Clara de Almeida, 56 anos e moradora de Gurupi há mais de 20.

”A gente viu Palmas crescer, Araguaína crescer, até Porto Nacional cresceu. Dizem que Gurupi é a 3° maior cidade do estado, mas acho que isso já ficou para trás. Tenho a sensação de que paramos no tempo. Tudo que foi feito nos últimos foi bom, deu uma cara nova pra cidade, mas eu não consigo ver uma mudança de verdade”, diz.

Paulo Roberto foi mais incisivo. Afirma que é preciso colocar gente nova na política em Gurupi, tanto na prefeitura quanto na Câmara Municipal.

”Precisamos mudar de vez aqui na cidade. Analisar melhor, ver quem tem possibilidade de fazer algo diferente. Nossa política aqui virou uma bagunça, infelizmente. Se a eleição for adiada pela pandemia, teremos mais tempo pra pensar. Mas os novos políticos precisam mostra a que vieram, senão a população fica com medo de mudança.”

Os pré-cadidatos a prefeito de Gurupi até o momento são: Sargento Jenilson (PRTB), Walter Junior (PSD), Gutierres Torquato (PSB), Adailton Fonseca (PR), Silvério Filho (PROS) e Gleydson Nato (PTB).

Deixe seu comentário