Criminoso conhecido como “Boi” é condenado a 21 anos de prisão por assassinato em Gurupi

Criminoso conhecido como “Boi” é condenado a 21 anos de prisão por assassinato em Gurupi

Apesar da alegação de legítima defesa, o promotor de Justiça sustentou que Diogo incorreu em diversas qualificadoras que resultaram no pedido de aumento da pena.

Em Tribunal do Júri realizado nesta terça-feira, 22, resultou na condenação de Diogo Saraiva da Silva a 21 anos e seis meses de reclusão pelo assassinato de Wesley Cleiton Faustino da Silva. O crime ocorreu em maio deste ano, no município de Gurupi.

O promotor de Justiça Breno de Oliveira Simonassi foi o responsável pelo caso. Segundo as investigações, na madrugada de 12 de maio de 2019, o acusado, conhecido como “Boi”, encontrava-se em um bar movimentado no setor Bela Vista. Em dado momento, Diogo foi alvejado por um disparo de arma de fogo que lhe atingiu a mão. Imediatamente, o acusado sacou uma espingarda que portava consigo e efetuou um disparo em direção a um grupo de pessoas, tendo acertado Wesley na cabeça, que veio a óbito no local.

Apesar da alegação de legítima defesa, o promotor de Justiça sustentou que Diogo incorreu em diversas qualificadoras que resultaram no pedido de aumento da pena, tais como porte ilegal de arma, perigo comum e uso de recursos que dificultaram a defesa da vítima.

Os jurados foram unânimes em sua decisão e o juiz determinou a pena de 21 anos e seis meses em regime fechado.

Deixe seu comentário