Mulher tenta entrar no presídio de Cariri com cigarros de maconha

Mulher tenta entrar no presídio de Cariri com cigarros de maconha

Maconha estava dentro de cigarros aparentemente normais.

A mulher foi identificada como Cleidiane Alves da Silva. Ela visitaria o detento Estevam Felipe da Silva. Durante a revista as agentes encontraram 58 cigarros de maconha com ela. A droga estaba escondida em cofarros normais, que não são proibidos de entrar.

A substância foi detectada pelo aparelho de raio x durante a revista padrão realizada antes dos visitantes entrarem para visitar os reeducandos. Após o flagrante, a mulher foi encaminhada a delegacia e foi presa pelo crime de tentar adentrar com drogas em estabelecimento prisional, a pena para esse crime pode ser de 5 a 15 anos de reclusão, com aumento de um sexto a dois terços de pena.

A Seciju informou que condutas como a praticada pela visitante do Centro de Reeducação Luz do Amanhã são inibidas em todas as unidades prisionais do Estado, através do aparelhamento e capacitações.

 

Deixe seu comentário