Operação “Catarse” cumpre buscas e apreensões  relacionadas a assessores parlamentares no Norte do Estado

Operação “Catarse” cumpre buscas e apreensões  relacionadas a assessores parlamentares no Norte do Estado

Quatro pessoas ligadas a parlamentares investigadas na operação foram ouvidas na manhã desta quinta-feira (22). 

Em mais uma fase da Operação Catarse, no Norte do Estado, a Delegacia Especializada em Investigações Criminais – da região Norte (DEIC Norte) cumpriu, na manhã desta quinta-feira, 23, quatro mandados de busca e apreensão, em Araguaína, relacionados a pessoas supostamente ligadas a dois parlamentares do Estado. As suspeitas é que todos estariam recebendo seus vencimentos junto à Assembleia Legislativa no estado, mas trabalhando como lideranças políticas dos parlamentares na região.

De acordo com o delegado Bruno Boaventura, três homens e uma mulher estariam, supostamente, recebendo salários de dois gabinetes de parlamentares, mas não exerciam o trabalho efetivo. Ainda segundo o delegado, dois dos suspeitos, um deles empresário e outro professor, relataram que atuavam como cabos eleitorais dos deputados. “Um dos interrogados trabalhava como motorista do parlamentar, quando havia visitas agendadas na região. O outro estava de licença médica de seu cargo no ensino público estadual, mas recebia pela Assembleia Legislativa do Tocantins”, afirmou.

Os outros dois investigados ainda serão ouvidos na sede da DEIC Norte ainda nesta quinta-feira, 23. Além das oitivas dos suspeitos, documentos também foram apreendidos pela Polícia Civil durante a operação.

(informações e foto: SSP/TO)

Deixe seu comentário