Operação policial termina com mais de 40 motos apreendidas em Palmas; veículos estariam participando de racha

Operação policial termina com mais de 40 motos apreendidas em Palmas; veículos estariam participando de racha
Veículos apreendidos estariam participando de racha. (Foto: Divulgação)

Da Redação

Mais de 40 motos e um carro foram apreendidos durante uma operação da Polícia Militar (PM) com apoio dos agentes de trânsito em Palmas, neste domingo (21). Os veículos estariam sendo usados em rachas e alguns possuíam registro de furto/roubo ou eram adulterados. As informações são da PM.

A ação policial aconteceu no estádio Nilton Santos, local que é usado para exibição de veículos e práticas de direção perigosa aos finais de semana. Entre os veículos apreendidos estava uma moto, avaliada em R$ 65 mil. Cerca de 14 condutores tentaram fugir, mas a PM havia fechado todas as saídas do local e conseguiu impedir.

A reunião de tantos veículos aconteceu por se tratar de um encontro, organizado pela Associação de Motociclistas Grau e Corte. Em nota, o grupo disse que, por se tratar de um local público, não foi possível controlar o acesso de pessoa. A associação afirmou ainda que nem todos os veículos apreendidos estavam irregulares. Confira a íntegra da nota:

A Associação de Motociclistas Grau e Corte de Palmas vem através desta nota esclarecer alguns fatos ocorridos sobre a operação ocorrida no dia 21 de junho de 2020 nas mediações do estádio Nilton Santos em Palmas – TO. Foi informado através de diversos vídeos e notícias que circulam nas redes sociais que todos os veículos que foram tirados de circulação seriam oriundos de furto ou roubo. Informamos que devido ser um espaço público não há como ter um controle total dessa demanda, que somente temos controle sobre as motos que fazem parte dessa associação, que na sua maioria são entregadores de delivery e demais atividades que utilizam seus veículos no dia a dia. Não concordamos ou incentivamos práticas ilícitas, as demais motocicletas são de inteira responsabilidade dos condutores, salientando que sabendo do decreto municipal foi pedido para não haver aglomeração e que já foi solicitado junto à Prefeitura Municipal de Palmas o processo de regularização de um local apropriado para realizar esses tipos de manobras, mas devido ao período de pandemia estamos aguardando o retorno das atividades da Prefeitura para continuar o processo de regularização de um local apropriado.                                

Palmas – TO, 21 de junho de 2020.

#244 não é crime 

Jhon Lucas Brandão Souza | Presidente

 

Deixe seu comentário