Tocantins  registra alta de 392% em número de vagas com carteira assinada nos 4 primeiros meses do ano

Tocantins  registra alta de 392% em número de vagas com carteira assinada nos 4 primeiros meses do ano

Comparativo é feito em relação ao mesmo período do ano passado. Números são do CAGED.

O Tocantins registrou nos quatro primeiros meses deste ano um saldo positivo de 392% na criação de novos postos de trabalho com carteira assinada, em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram 694 novas vagas em 2019, contra 141 do ano passado.

Já de abril de 2018 para abril deste ano, contabilizando 12 meses, o Tocantins registrou um saldo positivo de 2.959 novas vagas com carteira assinada. No período, houve 54.435 admissões contra 51.476 desligamentos.

Para o levantamento dos números, o Caged leva em conta as contratações e os desligamentos de trabalhadores com carteira assinada em cidades que possuem população acima de 30 mil habitantes. No Tocantins, são pesquisados os municípios de Araguaína, Araguatins, Colinas, Gurupi, Palmas, Paraíso, e Porto Nacional.

Mês de Abril

Os números do Caged divulgados nesta sexta-feira, 24, pelo Ministério da Economia, mostram que o Tocantins registrou saldo positivo de 508 novas vagas de emprego com carteira assinada em abril deste ano. No período, houve 4.203 contratações e 3.695 desligamentos.

O setor que mais puxou os números para cima foi o de Serviços com a criação de 300 novas vagas. Já o que teve a maior retração foi o da construção civil com queda de 2,61%, perdendo 303 postos de trabalho.

As vagas oferecidas pelo Sine são de diversas áreas de conhecimento e podem ser consultadas pela internet por meio do aplicativo Sine Fácil, disponível para download gratuito no Google Play ou no site www.setas.to.gov.br/vagas-de-emprego.

Para se candidatar às vagas disponíveis, o interessado deve procurar uma das unidades de atendimento e deve está em posse da carteira de identidade, CPF e Carteira de Trabalho com o número do Programa de Integração Social (PIS).

Choque de Gestão

O Governo do Tocantins também vem buscando atrair novas empresas e indústrias para o estado. Além disso, a Gestão colocou em prática uma série de ações que visam reduzir os custos da máquina pública para ajustar as finanças do Estado.

Dentre elas estão à reforma administrativa, as medidas de redução de custeio da máquina pública, a revisão de benefícios fiscais para empresas que não investem no estado e também a Medida Provisória (MP) que reduz o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o combustível de avião comercial, fomentando o setor aéreo do estado.

Além disso, também há outros incentivos fiscais concedidos a empresas e indústrias que queiram se instalar no Tocantins. O Governo acredita que as medidas vão aumentar a confiança dos investidores para que possam trazer suas indústrias e empresas para o Tocantins, aumentando assim a geração de emprego e renda, além de fazer com que a economia do Estado deixe de girar em torno apenas de alguns setores, como o serviço público.

Nesta semana, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, esteve em São Paulo, onde se reuniu com empresários de diversos setores e articulou a vinda de novos investimentos para o estado.

Deixe seu comentário