“Uso minhas redes pra denunciar e falar o que penso”, diz Bruno Visão

“Uso minhas redes pra denunciar e falar o que penso”, diz Bruno Visão

O jovem é pré – candidato a vereador em Gurupi e usa as redes sociais pra expor problemas da cidade.

Bruno Fernandes tem 37 anos e é empresário no ramo de ótica em Gurupi.
Carioca, veio para Gurupi trabalhar e divulgar a ótica que funciona na cidade. Usa as redes sociais pra divulgar em massa as promoções que faz na empresa.
Familiarizado com as mídias digitais,  começou a utilizar essa ferramenta pra falar de temas diversos. Entre os quais, problemas na cidade. ” A gente que vem de fora parece quem tem uma visão mais ampla do que acontece,” disse.

O empresário conta que após se posicionar politicamente viu muita coisa mudar. “Quando me posicionei politicamente vi a perseguição por quem pensa diferente, isso me deixou triste. Vi que a velha política ainda e feita aqui”, disse.
” A gente que vem de fora parece quem tem uma visão mais ampla do que acontece,” disse.

Boca no trombone

Em suas redes, Bruno procurou mostrar alguns problemas que incomodam as pessoas, entre eles o do transporte público em Gurupi. “Mostrei que a TransGoiás não tinha competência para prestar o serviço na cidade, ônibus velhos, em péssimo estado, falta de rotas regulares, a população sofria muito Inclusive acidentes que aconteceram colocaram  cheque a prestaçã do serviço em Gurupi”, afirma. Poucos dias depois a concessão da empresa foi finalizada. A TransGoiás tinha contrato de 30 anos com o município e, na época, alegou falta de lucro para continuar operando.

Outro alvo das críticas foi a obra do Centro Cultural Mauro Cunha, a reforma de mais de R$ 500 mil, levou quase dois anos pra ficar pronta e poucos meses depois estava com a pintura descascada. ” Fui lá postei a foto nas minhas redes e questionei o investimento alto pra ter aquele resultado, menos deum ano e tudo descascando? Como assim? “.

Bruno também questionou questões políticas sobre a mulher de um ex pré candidato a prefeito ter conseguido contrato na prefeitura, logo após desistir da pré candidatura. “Ué, não era oposição?”, questionou.

Caso do Centro Cultural questionado por Bruno ( arte: redes sociais)

Outra polêmica levantada por Bruno foi sobre a exoneração do então secretário de Saúde, e em seguida a recontratação. ” Esse processo de entra e sai teria custado mais de R$ 28 mil aos cofres do município”, disse.

Caso trans Goiás ( arte: redes sociais)

Lives

Nas suas redes fazia transmissões ao vivo e entrevistava personalidades de Gurupi e do Tocantins. Até pré candidatos foram participaram. ” O objetivo era saber das personalidades sobre carreira, projetos e perspectivas para futuro. Com os pré -candidatos a gente buscou esclarecer ideias de futuros projetos pra Gurupi e fazer uma análise do atual cenário”, explicou. Adailton Fonseca, Walter Junior e Gutierrez foram entrevistados por Bruno.

Projetos

Bruno da Visão, como é conhecido, é pré candidato a vereador pelo MDB  e um dos seus projetos é lutar pelo acesso a saúde de qualidade pra todos. Buscar projetos que facilitem a inclusão de profissionais essenciais na atenção básica. Outro ponto levantado por ele é a importância do papel do vereador na luta pelos interesses das pessoas. “Vereador não tem que ser tipo boneco de posto, sem vida e sem ação e nem servo do executivo. A gente tem que fiscalizar e honrar quem colocou a gente lá. É isso omque eu vou buscar, sempre colocar as pessoas em primeiro lugar”, finalizou.

Deixe seu comentário